Exposição de fotos sobre União Soviética é prorrogada no Memorial

0
526

Em cartaz desde o início do ano, a mostra de fotografias “A União Soviética através da Câmera” já recebeu mais de 13 mil visitas. E por esse motivo, o período de exposição foi prorrogado até 28 de fevereiro.

A exposição reúne cerca de 200 imagens em preto e branco de seis importantes fotógrafos da União Soviética e é o resultado de parceria com o Museu Oscar Niemeyer (MON).

“Através do olhar de seis fotógrafos diferentes, a exposição propõe uma reflexão sobre a vida cotidiana deste ‘ país fantasma’, do Degelo de Khruschev à Perestroika de Gorbatchev, bem como o papel singular exercido pela fotografia na sociedade soviética pós-stalinista”, explicam os curadores da mostra, Luiz Gustavo Carvalho e Maria Vragova.

As imagens foram feitas por seis dos mais importantes fotógrafos da URSS: Viktor Akhlomov, Yuri Krivonossov, Antanas Sutkus, Vladimir Lagrange, Leonid Lazarev e Vladimir Bogdanov.

As fotografias são do período que vai de 1956 – ano em que Nikita Khruschev denuncia os crimes cometidos por Josef Stalin (morto em 1953) e as tropas soviéticas invadem a Hungria – a 1991, quando se configura a dissolução da União Soviética.

Visitações até 28 de fevereiro. Entrada gratuita. De terça a domingo, das 9 às 18h, na Galeria Marta Traba, no Memorial da América Latina, ao lado do metrô Barra Funda-Palmeiras.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA