Verba de R$ 6 milhões deverá ir para Parque Orlando Villas-Boas

0
54

Foto: Lúcia Helena Oliveira

Lúcia Helena Oliveira
Luiz Pepe confirmou que projeto para o Córrego Água Branca deverá ser trocado

Em reunião do Conselho Participativo Municipal (CPM), na segunda-feira, 1, o subprefeito da Lapa, Luiz Carlos Smith Pepe, confirmou que a verba de R$ 6 milhões do orçamento municipal deste ano destinado à região não poderá ser destinada ao projeto de requalificação da área do Córrego da Água Branca, proposta que recebeu maior número de votos entre as encaminhadas pelo CPM Lapa.

“A Secretaria de Obras já tem um valor empenhado para uma obra no córrego. Portanto, não é possível que o projeto receba verba em duplicidade, que é o que aconteceria se os R$ 6 milhões do CPM também fossem destinados a essa área”, explicou o subprefeito.

Além do projeto indicado pelo CPM Lapa, o Córrego Água Branca é alvo de plano de intervenção proposto pela Secretaria de Infraestrutura e Obras (SIURB), com a utilização de recursos da Operação Urbana Consorciada Água Branca. Na qualificação do edital para contratação de empresa para realização dos serviços, a SIURB aponta como escopo do projeto obras de drenagem no córrego, projeto de urbanismo e paisagismo, pavimentação da Rua Jose Nelo Lorenzon, entre outras.

Diante disso, o conselho deverá indicar o projeto para revitalização do Parque Leopoldina – Orlando Villas-Boas, segunda proposta mais votada, para receber a verba do orçamento participativo. “Vamos encaminhar um ofício sugerindo que as obras previstas para a quarta etapa da revitalização do parque sejam incluídas no orçamento”, disse o coordenador do CPM Lapa, Márcio Sangean.

 

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY