Região da Sub Lapa mobilizada no socorro aos gaúchos

0
88

Foto: Divulgação

Divulgação
Posto de arrecadação no Jaguaré está lotado de doações

O drama vivido pela população do Rio Grande do Sul, com a mega enchente que devastou 70% do território do estado e deixou centenas de milhares de pessoas desabrigadas, está mobilizando entidades e moradores da região da Subprefeitura Lapa.

A decisão do Fundo de Solidariedade do Governo do Estado de São Paulo de centralizar no bairro do Jaguaré (Avenida Marechal.Mário Guedes, 301) as doações de mantimentos, água, vestuário e produtos de higiene e limpeza estimulou e facilitou a organização de verdadeiros mutirões de arrecadação nos bairros da região. Além do Fundo, os postos do Poupatempo, incluindo o da Lapa, na Rua Guaicurus, estão recebendo donativos.

Outra facilitação logística foi organizada pela Prefeitura, que abriu a rede Descomplica-SP para a coleta de donativos, A unidade Lapa do Descomplica fica na Rua Guaicurus, 1.000 e recebe doações de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.  Também é possível doar no posto estruturado no Terminal Lapa da SPTtrans, localizado na Rua Guaicurus, próximo ao Viaduto da Lapa, que fica aberto 24h por dia. Todas as doações arrecadas pela Prefeitura serão enviadas para o posto do Fundo de Solidariedade, no Jaguaré.

Já entre as entidades mobilizadas aqui, o Grupo de Escoteiros Quarupe usou a rede social para estimular a doação de mantimentos, abrindo até o sábado, 11, a sua sede, localizada no Clube Pelezão (Rua Belmonte, 957 – Alto da Lapa) para o recebimento de gêneros de primeira necessidade. Na Leopoldina também é grande a mobilização de igrejas, universidades e moradores. A Paróquia Nossa Senhora de Fátima (Rua Barão da Passagem, 971) recebe as doações, encaminhando-as para a sede regional dos Correios, na Rua Mergenthaler, 598. A AVIVA (Avenida Mofarrej 1.024), braço social da Yah Church, centraliza o recebimento de gêneros de primeira necessidade no horário comercial, das 9h às 18 h, ou em dias de culto, domingo, quarta e quinta-feira, até 21h30. As universidades Cruzeiro do Sul e São Judas, ambas na Avenida Imperatriz Leopoldina, também funcionam como ponto de de arrecadação.

O entreposto da Ceagesp, na Avenida Gastão Vidigal, é outro ponto de coleta. As entregas podem ser feitas na tenda instalada no Portão 3, das 8h às 17h, todos os dias da semana. As doações recebidas na Ceagesp serão enviadas ao Rio Grande do Sul em avião da Força Aérea Brasileira (FAB).

Entre a população do bairro, a Associação Moradores do Ceasa (AMC), com apoio do Fórum Social Leopoldina, formou uma frente de arrecadação local sensibilizando as comunidades a doarem mantimentos e produtos de higiene e limpeza. Os oito blocos do Condomínio Parque das Nações, na Rua Nanuque, organizaram pontos de coleta nas torres. As doações foram recolhidas pela AMC e encaminhadas para o posto do Jaguaré.

Entre os produtos prioritários pedidos pelo governo gaúcho estão: água, água sanitária, balde, desinfetante, detergente, detergente em pó, escova para lavar, esponja para limpeza, esponja de aço, limpador multiuso, luva de látex, pano de chão, rodo, sabão em barra, sacos de lixo, saponáceo, vassoura, aparelho de barbear, creme dental, escova de dente, fio dental, sabonete, shampoo e condicionador.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY