IBGE aponta forte crescimento de domicílios na região

0
50

Foto: Divulgação

Divulgação
Distrito Barra Funda impulsionou aumento

Novos dados do Censo 2022, realizado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostram que áreas da Subprefeitura Lapa passaram por forte aumento de domicílios desde o último levantamento feito pelo órgão, em 2010. Naquele ano, em todo o território da Subprefeitura Lapa, que conta com seis distritos, existiam 114.300 domicílios. O último censo mostra que esse número cresceu para 163.443 (+43%)

Quem impulsionou esse crescimento foi o Distrito Barra Funda, onde o total de domicílios passou de 5.825, em 2010, para 16.962, doze anos depois (+191%).

José Augusto Viana Neto, presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Estado de São Paulo (CRECISP), explica que a configuração do território e o interesse do mercado fizeram a Barra Funda crescer em patamares muito elevados. “Por lá existe infraestrutura, ruas largas, proximidade com Perdizes. Tudo isso, mais o interesse de algumas incorporadoras, levaram a Barra Funda a experimentar um enorme crescimento”, afirma Viana.

No Distrito Lapa, também houve crescimento de moradias, mas numa escala bem menor. Em 2010, o levantamento do IBGE dava conta de 24.794 domicílios numa extensa área (Lapa, Vila Romana, Vila Ipojuca, entre outros bairros). No censo de 2022 esse número cresceu para 36.633 (+48%). “A Vila Romana, protegida pelo entorno (Lapa) teve alta valorização e mantem-se com perfil residencial”, diz Augusto Viana.

Outra região com impacto de crescimento foi o Distrito Leopoldina, que contabilizava 15.180 domicílios em 2010, saltando para 20.673 num intervalo de pouco mais de uma década (+36%). Aumento semelhante, em ternos percentuais, ocorreu no Distrito Jaguaré, que contava com 16.233 domicílios e passou a registrar 23.617 (+ 46%).  “A Leopoldina deverá crescer muito mais quando a Ceagesp for transferida para outro lugar. Existem muitos empreendedores interessados nessa área”, avalia o presidente do CRECISP;

No Distrito Perdizes o salto foi de 23% (de 44.218 domicílios para 54.775). Mesmo contando com poucas unidades habitacionais o Distrito Vila Jaguara também registrou crescimento: de 7.960 domicílios para 10. 783 (+ 37%), num período de 12 anos.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY