Conseg Leopoldina realiza primeira reunião em 2023

0
178

Foto: Arquivo JG

Arquivo JG
Entidades que fazem parte do Conseg Leopoldina destacam trabalho em parceria.

No último dia 9/1 o Conselho Comunitário de Segurança da Vila Leopoldina (Conseg) realizou o primeiro encontro do ano. A pauta em discussão, proposta pelo presidente Roberto Bortoni, foi a importância da população do bairro se conscientizar de que deve sempre fazer um boletim de ocorrência não apenas em caso de roubo ou furto, mas também de crimes como estelionato, fraude e injúria ou difamação. “Com a tecnologia, fazer um BO ficou muito mais fácil. Em muitos casos, não é necessário nem ir pessoalmente à delegacia, bastando registrar a ocorrência de forma eletrônica pelo site https://www.delegaciaeletronica.policiacivil.sp.gov.br”, explica Bortoni.

O delegado titular do 91º Distrito Policial, Marco Antonio Dario, ressalta que os registros de ocorrência tornam mais eficaz o trabalho da polícia, que, assim, pode identificar mais facilmente os tipos de crimes e os locais de maior incidência, direcionando seu efetivo para onde há maior necessidade. De acordo com relatório da polícia, de janeiro a novembro do ano passado o 91º DP instaurou um total de 1.214 inquéritos, efetuou 1.193 prisões e registrou 731 flagrantes. O total de armas de fogo apreendidas no período chegou a 44.

O delegado Dario destacou que o trabalho conjunto realizado pelas diversas entidades que atuam no Conseg Leopoldina, como o 4º Batalhão da Polícia Militar, a Guarda Civil Metropolitana (GCM), além da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e da Subprefeitura Lapa, contribui para controlar a criminalidade na região. “Trabalhamos em sintonia para conseguir atender as reivindicações dos moradores, que são os olhos e ouvidos do Conseg e devem trazer seus problemas a nós”, explica ele.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY