Usuária questiona falta de profissionais em UBS

0
58

A usuária da UBS Vila Romana Cleia Rey entrou em contato com o JG informando a falta de profissionais no equipamento de saúde. “Tinha uma médica da especialidade Clínica Geral que foi demitida no mês de agosto deste ano. Também faltam médicos da especialidade Ginecologista. Há somente uma médica clínica para atender todos os usuários deste posto e as recepcionistas têm uma resposta padrão que diz ‘não sabemos quanto tempo ficaremos sem médicos para atender’, ou então mandam ir no final do mês para verificar se a lista irá abrir. Estou há um ano com exames prontos e as respostas são sempre as mesmas para todos os usuários que necessitam de atendimento”, relata.

Questionada, a Secretaria Municipal de Saúde (SMS) afirma que a Unidade Básica de Saúde (UBS) Vila Romana, gerenciada pela Organização Social de Saúde (OSS) Associação Saúde da Família, está configurada através do Sistema Integrado de Gestão e Assistência à Saúde (Siga), com, no mínimo, 50% de vagas para consultas presenciais e 50% de vagas para teleconsultas. No caso como o citado pela usuária, é ofertado o teleatendimento e o acolhimento presencial, com enfermeira, para entrega de resultado de exames.
Informa ainda que todos os resultados de exames são analisados pela equipe de enfermagem e, identificada alguma alteração, é feito o agendamento de consulta de encaixe com o profissional médico.

Sobre o quadro de profissionais, a SMS afirma que não ocorreram desligamentos. Alguns profissionais optaram pela transferência para outro serviço, porém continuam atendendo normalmente. A OSS que administra a unidade está realizando o recrutamento para que as vagas sejam preenchidas, sem prejuízo ao atendimento da população. A gerência da UBS Vila Romana afirma que está à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas dos usuários.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY