Moradores afirmam que cobram remoção de árvore há dez anos

0
106

Na semana passada, na edição 981 do JG, foram informadas duas ocorrências de quedas de árvores na região, uma na Rua Tonelero e outra na Rua Dronsfield. No caso da Rua Tonelero, embora a Prefeitura afirme que esteve no local junto com a Defesa Civil, e que o caso não teve vítimas ou danos a imóveis, moradores entraram em contato com a redação e enviaram um vídeo onde é possível ver o momento da queda da árvore que atingiu uma motociclista, além de três imóveis.

Segundo os vizinhos, o SAMU foi acionado mas não respondeu o chamado. A motociclista foi encaminhada ao Hospital Metropolitano. Em relação aos imóveis, em um deles funciona uma oficina mecânica e no outro um estacionamento, que pertence a Ricardo Couto. O empresário afirma que é a segunda vez que uma árvore atinge seu estabelecimento. A terceira é uma residência que pertence à Valéria Teodorio. Ela afirma que há dez anos cobra a remoção da árvore. Após uma queda de galhos em dezembro de 2020, ela acionou a Defesa Civil e afirma que foi informada que a remoção era considerada urgente e que a demanda seria encaminhada à Prefeitura. Com a queda da semana passada, ela diz precisar de um laudo da Prefeitura ou Defesa Civil para acionar o seguro.

A Secretaria Municipal das Subprefeituras, por meio da Subprefeitura Lapa, esclarece que não há fornecimento de laudo para acionar seguro residencial. O mesmo, se coberto pelo segurado, deve ser solicitado junto à seguradora que providenciará vistoria ao imóvel para comprovar as ações de fenômenos da natureza.

A Defesa Civil do município informa que também não emite laudo. Sobre a ocorrência citada, diz que foi atendida em 14 de setembro, com retirada parcial e, no dia 15, feita a remoção total. O trabalho foi realizado em conjunto com o Corpo de Bombeiros e o Departamento de Áreas Verdes da Subprefeitura Lapa.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY