Terapeutas animais

0
340

animaalma02-GV-NOV-TG

Cães, coelhos e uma calopsita ajudam terapeutas a tratar humanos em sessões lúdicas e interativas.

Ainda pouco utilizada no Brasil, a terapia assistida por animais já é realidade na Animalma, espaço dirigido pela psicoterapeuta Daniela Galliás, pela arteterapeuta Tina Staub, e que também conta com a colaboração da psicóloga Raisa Schenkman Uliana, que desenvolve outro projeto com o mesmo foco, de nome “Amor Canino Terapia” , e atende com seu cachorro Amin. “Nos processos psicoterapêuticos, trabalhamos com os cães Black e Misha, os quais chamamos de nossos coterapeutas. Não trabalhamos com os coelhos (Paçoca e Pandinha) nem com a calopsita (Tom) nesses processos, apenas em questões diferentes, como manutenção de vínculo e harmonização, por exemplo”, explica Daniela.

Ela informa que os cães são terapeutas imensamente eficazes para tratar hiperatividade infantil, falta de limite, depressão, ansiedade, baixa autoestima, entre outros distúrbios, que incluem até obesidade – um estudo realizado nos Estados Unidos comprovou que obesos que aliaram a terapia assistida por animais em caminhadas, emagreceram mais do que outros obesos, que apenas se valeram de caminhadas em grupo.

Em pesquisas feitas por diferentes órgãos internacionais, ficou demonstrado que os cães já trazem benefícios às pessoas somente pela sua presença, ativando neurotransmissores e hormônios humanos importantes. O cortisol (hormônio do estresse), por exemplo, abaixa na presença de um cão. “Além disso, os cães têm o poder de estimular os quatro sentidos humanos (tato, visão, audição e olfato) simultaneamente. Nenhum outro estímulo faz isso ao mesmo tempo. É por isso que crianças e adultos se soltam mais nas sessões quando os animais estão presentes. As crianças interagem mais do que os adultos, a princípio, porque têm uma empatia maior com os animais e formam um vínculo já desde a primeira sessão. O adulto fica mais retraído no começo, mas aos poucos começa a se soltar, falar mais, relembrar coisas do passado muito mais rápido do que numa sessão de psicoterapia normal, porque a linguagem e o emocional são estimulados”, complementa a psicóloga Raisa, que também realiza sessões de terapia assistida por animais com grupos de pessoas com déficit intelectual, inclusive na APAE.

E para que os cães possam ajudar os humanos, eles fazem adestramento constante e recebem cuidados intensivos de veterinários. As profissionais do Animalma também oferecem outras terapias aos pacientes. Todas as sessões devem ser agendadas previamente. (ND)

 

Animalma2
O cão terapeuta Amin
Animalma1
O cão terapeuta Black

 

 

Animalma

Rua Felix Bracquemond, 26, Pinheiros

Telefone 3032-0894

www.animalma.com.br

Fotos: Tiago Gonçalves

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA