23ª edição do Comida di Buteco chega à região

0
146

Foto: Divulgação

Divulgação
Pé na Lapa, na Rua Coriolano

Com a declaração “A Vida é feita de Buteco”, o maior concurso de butecos do país volta à cena paulistana até 7/5, com novos circuitos, tema especial para a criação dos petiscos e o número recorde de 1.000 butecos participantes. Após um 2022 de sucesso com retorno ao concurso presencial, o Comida di Buteco reforça a importância da cultura de buteco como uma essência dos brasileiros, convidando a todos para conhecerem lugares e sabores caseiros.

Ao todo, são 24 circuitos simultâneos em todo o Brasil. Em São Paulo, são 229 butecos participantes, em diversas regiões do Estado. A novidade para esta edição é a inclusão de Osasco na lista de cidades participantes. O Comida é a única iniciativa do gênero que tem representantes em todas as regiões da cidade. Participam butecos em bairros das zonas Leste, Oeste, Norte, Sul e Centro.

“Muito mais que uma eleição do melhor buteco da cidade, o Comida di Buteco se tornou uma plataforma de transformação social. Os donos de butecos são, em sua maioria, pequenos empreendedores que lutam diariamente para manter seus negócios funcionando”, afirma Flavia Rocha, organizadora do Comida di Buteco. “Esses estabelecimentos guardam verdadeiras pérolas da gastronomia nacional. Com isso, a competição ajuda a dar visibilidade a quem, geralmente, não tem como fazer grandes divulgações”, completa.

A organização do concurso lança aos participantes o desafio de trabalharem com uma temática para a criação dos petiscos. Essa edição trouxe um tema que remonta aos primórdios da história: Ervas e Especiarias. O tema escolhido faz parte dos caminhos da culinária ao redor do mundo! As ervas e especiarias são utilizadas nas cozinhas de todo o país, permitem apropriações regionais e possuem uma ampla variedade, permitindo que os butecos possam explorar e abusar da criatividade.

Público e jurados visitam os estabelecimentos para votar em: atendimento, temperatura da bebida, higiene e petisco. O petisco leva 70% do peso da nota e as demais categorias 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e dos jurados 50%. A cada edição 20% dos butecos são desclassificados para o ano seguinte, gerando renovação e acirrando a competitividade.

Desde 2016 o Comida di Buteco é realizado em duas etapas: a primeira etapa é regional onde a votação é feita pelo público e jurados da própria cidade. Depois de eleitos os campeões de cada circuito um outro corpo de jurados visita e avalia os campeões para que seja eleito então, o melhor buteco do Brasil. Em julho, numa festa realizada em São Paulo, é revelado o campeão nacional — o melhor buteco do Brasil.

O Comida di Buteco nasceu no ano 2000, na cidade de Belo Horizonte, como uma atividade promocional da extinta Rádio Geraes FM, com objetivo de resgatar butecos familiares e sua cozinha local.

Confira, a seguir, os butecos participantes na região :

Acarajé Botequim  – Avenida Presidente Altino, 199 – A – Jaguaré

Armazém Garnizé – Largo Padre Péricles, 110 – Barra Funda

Boteco CP – Rua Piracuama, 455 – Vila Pompeia

Boteco do Max – Rua Nanuque, 568 – Vila Leopoldina

Caiubier – Rua Caiubi, 928 – Perdizes

Chiquinho Bar e Espetinhos – Rua Doutor Homem de Melo, 952 – Perdizes

Cordeiros Grill Bar e Restaurante – Rua Ministro Ferreira Alves, 720 – Conj. 730 – Vila Pompeia

DuJuZé Bar – Rua Itapicuru, 887 – Perdizes

La Casa Bar – Avenida Doutor Adolpho Pinto, 132 – Barra Funda

Lá na Cônego – Rua Cônego Vicente Miguel Marino, 262 – Loja 290 – Barra Funda

Ladeira Bar – Rua Aimberê, 855 – Vila Pompeia

Pé na Lapa – Rua Coriolano, 336 – Vila Romana

Pompéia Bar – Rua Doutor Augusto de Miranda, 712 – Vila Pompeia

Segredos da Vila – Rua Guaipá, 1390 – Vila Leopoldina

Tiro Liro – Rua Cotoxó, 1185 – Vila Pompeia

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY