Vizinhos voltam a reclamar de festas na PUC

0
149

Foto: Reprodução

Reprodução
Caminhão circula entre estudantes na Rua Ministro Godói

Na segunda-feira (1) aconteceu a recepção dos calouros da PUC. Como em todo começo de semestre, a confraternização dos estudantes na Rua Ministro Godói gerou críticas dos vizinhos por causa do barulho, uso de sinalizadores e sujeira deixada ao final, com copos de bebidas largados nos muros dos prédios e no chão.

Também chamou atenção o fato de carros e caminhões de grande porte que trabalham em obras da região circularem no meio dos estudantes. Um aluno teve que ser socorrido por uma ambulância após passar mal.

A festa continuou até por volta das 3h. Na manhã seguinte, funcionários da PUC realizaram a limpeza da calçada no lado da universidade. Os vizinhos afirmam que diversas tentativas de diálogo foram feitas, mas o problema não é resolvido de forma definitiva.

Em ações pontuais ocorridas no passado, pelo menos desde 2017, que envolvem a Polícia Militar, a Guarda Civil Metropolitana, CET e equipes da Prefeitura, é que os eventos, chamados pelos vizinhos de “pancadões” puderam ser controlados.

Em março deste ano, a subprefeita da Lapa, Fernanda Galdino, recebeu moradores e membros do Conseg (Conselho Comunitário de Segurança) de Perdizes/Pacaembu em seu gabinete para tratar da questão. O professor Álvaro Luiz Travassos de Azevedo Gonzaga, integrante da Pró-Reitoria de Cultura e Relações Comunitárias da universidade, também esteve presente na reunião e disse que a PUC se solidariza com os problemas dos vizinhos e fará tudo ao seu alcance para contribuir com a boa convivência.

Na época, a subprefeitura se comprometeu a atuar na fiscalização dos comércios e bares localizados na Rua Ministro Godói para que respeitem o horário de funcionamento e adequem suas estruturas.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY