Tendal é palco de versão infantojuvenil de Dom Quixote

0
114

A Dona Mirna Cia. de Arte utilizou o personagem clássico do escritor espanhol Miguel de Cervantes para a criação do espetáculo musical infantojuvenil Dom Quixote de La Sampa e a Máquina do Tempo. O trabalho tem direção de Mayla Fernandes e dramaturgia e composições originais de Yuri Garcia, que também está no elenco ao lado de Carol Honorato, Clau Alves, Gabriel Daves, Luiz Fernando Oglou, Samuel Moraes e Waltinho Ribeiro, com canções e arranjos de Joab Souza e Ivan Santos.

O musical transporta as aventuras do famoso cavaleiro para um espaço lúdico paulistano, estabelecendo uma relação de contraste e crítica entre a São Paulo do século 21 e uma visão romântica sobre as realizações dos Bandeirantes, construída pelos livros didáticos e outras obras que costumavam exaltar essas figuras como heróis nacionais. Na trama, Dom Quixote de La Sampa é um atrapalhado e valente senhor que junto de sua fiel escudeira, uma jovem em situação de rua chamada Sancha Trampa, anda pela cidade de São Paulo procurando aventuras. Porém, depois de ler inúmeros livros de cavalaria, o homem já não consegue diferenciar realidade e fantasia, enxergando monstros em máquinas, ogros em escavadeiras e até feiticeiros em pessoas comuns.

A dupla visita momentos marcantes da história de São Paulo, como a fundação da cidade por meio do Colégio Jesuíta instituído no alto da Colina de Piratininga, a inauguração da primeira ferrovia em terras paulistas, a contraditória Guerra dos Emboabas e o grito de Independência do Brasil às margens do Ipiranga. A ideia da montagem é problematizar, de forma divertida e leve, a construção de símbolos e arquétipos heroicos na cultura popular. .
A apresentação tem entrada gratuita e acontece no dia 14 de maio (sábado), às 15h, no Tendal da Lapa (Rua Guaicurus, 1100).

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY