UBSs realizam testes rápidos para gripe e Covid-19 

0
182

Na quarta-feira (5) foi iniciada a realização de 300 mil testes rápidos nas Unidades Básicas de Saúde (UBSs), para identificar os casos positivos de Covid-19. O objetivo da Secretaria Municipal de Saúde é fazer um levantamento da proporção dos casos de influenza e de Covid-19 entre as pessoas com sintomas respiratórios na cidade.  A partir deste sábado (8), as 469 UBSs da rede municipal abrirão das 8h às 17h para atendimento de pacientes com sintomas gripais, sem a necessidade de agendamento prévio.

Quem tiver pelo menos dois sintomas, como febre, calafrios, dor de garganta, dor de cabeça, tosse, coriza, distúrbios olfativos ou degustativos, será orientado a realizar o teste rápido e, em caso negativo para Covid, a pessoa deverá realizar o teste rápido para o vírus influenza, causador da gripe. Caso o teste para Covid seja positivo, o cidadão será orientado a coletar o RT-PCR e as amostras serão encaminhadas ao Instituto Butantan para genotipagem da variante circulante.

Vacinação
Na segunda-feira (3) foi retomada a vacinação contra a Covid-19 e a influenza em toda a rede pública de saúde. Os megapostos, drive-thrus e farmácias parceiras atendem das 8h às 17h, e as UBSs e Assistências Médicas Ambulatoriais (AMAs)/UBSs Integradas, das 7h às 19h. Para as vacinas de Covid-19, são aplicadas as primeiras e segundas doses, além das doses de reforço. A vacinação contra a gripe está liberada desde 28 de dezembro para qualquer pessoa que não tenha se vacinado em 2021. Não há necessidade de intervalo entre a aplicação da vacina contra a Covid-19 e influenza, sendo possível receber as duas no mesmo dia.
 
Crianças
O governador João Doria anunciou na quarta-feira (5) que o Estado está pronto para iniciar a vacinação de crianças entre 5 e 11 anos contra a Covid-19, com a previsão de que todas as 4,3 milhões de crianças dessa idade tomem pelo menos uma dose em, no máximo, três semanas. O estado aguarda o envio de imunizantes pediátricos da Pfizer por parte do Ministério da Saúde, aprovado desde 16 de dezembro pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). O Governo também aguarda resposta da Anvisa em relação ao novo pedido do Instituto Butantan para o uso da Coronavac na imunização infantil. Há 12 milhões de doses desta vacina prontas para uso.

NO COMMENTS

LEAVE A REPLY