Via Urbis estreia dia 24 de março

0
716

Novo trabalho do Caleidos Cia. de Dança foi inspirado na Via Sacra.                 

Dia 24 de março de 2016, quinta feira, estreia o mais novo trabalho do Caleidos Cia. de Dança. Trata-se de um espetáculo de dança contemporânea que acontece durante um certo trajeto urbano e foi inspirado na Via Sacra, por esta razão será apresentado somente na Semana Santa (de 24 a 27 de março ). “Mas desejamos que seja mais do que isso. Começamos estudando a Via Sacra, as 14 estações tradicionais que se referem a 14 episódios da Paixão de Cristo. Partimos para uma reflexão sobre qual seria a nossa interpretação desses episódios, o que eles significam no nosso contexto atual de vida urbana”, diz o dramaturgo Fábio Brazil.

De acordo com a diretora do Caleidos, Isabel Marques, o objetivo não é propor interpretação religiosa desse percurso aos espectadores. “Não somos profissionais da religião, somos artistas da dança; assim, nossa leitura artística da via Sacra, que em nada desrespeita a interpretação religiosa, pende para as questões sociais que estão postas nas ruas – limpeza, violência, cidadania, ocupação – são questões que como artistas nos interessam discutir, questões da vida das pessoas, questões das ruas, das vias, por isso: Via Urbis”, declara.

O Via Urbis segue no contexto do atual projeto do Caleidos Cia de Dança, que é discutir as relações na cidade e os contextos de pertencimento cultural que estruturam a cidadania. “O Projeto que estamos desenvolvendo chama-se “LAPA, eu vou a pé” e está contemplado pelo Programa de Fomento à Dança para a cidade e São Paulo. Desde o início do projeto estava prevista alguma ação nas escadas da Lapa, mas nossas discussões sempre esbarravam em como queríamos fazer essa ação. Hoje muitos trabalhos de dança contemporânea vão para a rua, usam as calçadas como palco e acontecem em contato direto com o público passante. Há ótimos trabalhos feitos dessa maneira, mas não seria essa a nossa maneira, buscávamos outro sentido para dançar na rua”, explica Isabel.

Para Fábio, o contato direto com o público já é algo que vivenciado na maioria dos espetáculos que o Caleidos faz. “A interatividade é uma marca forte dos trabalhos do Caleidos, mas simplesmente ir para a rua, usar a calçada, repetir na rua o que acontece no palco não nos seduzia como artistas. Começamos refletindo sobre o que queríamos discutir na rua e sobre a rua, mas as questões se somavam e não geravam nem dança, nem sugeriam um fio condutor. Achamos o fio quando fomos andar pelas escadarias, percebê-las no corpo, o que nos levou a pensar as manifestações artísticas de rua, as procissões, os cortejos, os dramas de estação e quando vimos o espetáculo estava ali, pedindo para ser feito.”

O público participa do espetáculo de diferentes maneiras.  A estrutura que serviu de referência para a criação de Via Urbis foi a Via Sacra das igrejas, o ato religioso de caminhar e acompanhar por meio de imagens a Paixão de Cristo. Fábio diz que esse ato não é um simples caminhar, há todo um sentido religioso e transcendente em acompanhar as imagens sacras, ou mesmo participar de uma procissão. “Essas estruturas nos interessam como artistas, o próprio deslocar-se em grupo no espaço já é uma forma de dança e de participação”, destaca o dramaturgo.

O espetáculo em trânsito, Via Urbis, livremente inspirado nos 14 episódios da Via Sacra estreia no dia 24 de março de 2016, às 20h30, é livre, gratuito e será apresentado de quinta a sábado (24, 25 e 26), 20h30, e domingo, 27, às 20h. Em todos os dias, em caso de chuva, não haverá apresentação.

Caleidos Cia de Dança

Rua Mota Pais 213, Lapa

Telefone: 3021-4970

www.caleidos.com.br

 

 

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA