Professora da PUC promove|luta contra a AIDS

0
876

Foto:

Símbolo do Dia Mundial de Combate a AIDS

O dia primeiro de dezembro é conhecido mundialmente como a data de combate a AIDS, epidemia que desde os anos 1980 ataca a imunidade de diversas pessoas e causou milhões de mortes.

Diante da importância da data, a editora Cortez lançou o livro “HIV / Aids – enfrentando o sofrimento psíquico”. A obra é resultado do trabalho de pesquisa de um grupo de professores da PUC – São Paulo, coordenados pela doutora Edna Peters Kahhale.

Edna mora em Perdizes e atua a muitos anos no combate ao preconceito contra pacientes soropositivos. Durante seu trabalho constatou a importância do apoio da família do paciente durante o tratamento. Esta pesquisa resultou neste livro, que foi lançado no final de novembro.

O resultado do trabalho de profissionais como Edna já é visível. Resultado do boletim Epidemiológico Aids/DST 2010, divulgado nesta quarta-feira (1 de dezembro) pelo Ministério da Saúde, reforça tendência de queda na incidência de casos de aids em crianças menores de cinco anos. Comparando-se os anos de 1999 e 2009, a redução chegou a 44,4%.

A mortalidade por Aids no Estado de São Paulo também atingiu o menor nível em 20 anos, segundo novo boletim epidemiológico produzido pela Secretaria de Estado da Saúde, com base nos dados da Fundação Seade.  Em 2009 houve 7,8 óbitos por 100 mil habitantes em todo o Estado. Este índice só havia sido menor em 1989, época que a doença estava em pleno avanço, com 5,5 mortes por 100 mil habitantes. A pior taxa, de 22,9, foi registrada em 1995.

Assista ao vídeo aqui

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA